quarta-feira, julho 07, 2010

...um sorriso abre-se então
num verão antigo
e dura
dura ainda.

(para a C.L., que me diz ter tido o clique da poesia com o Eugénio de Andrade e que me pediu hoje para não deixar este blog.)